18 nov 2015

Há uma tendência de as empresas acharem que o importante é só estar na web e, para isso, não precisaria de assessoria de imprensa. É fato que o mundo e a forma de comunicação mudaram, e isso afeta o jornalismo. Numa época de banalização da informação, e em que todo mundo fala sobre tudo, mais do que nunca é importante conhecer seu público-alvo para poder se comunicar com ele.

De que forma? Depende dos objetivos institucionais, com quem quer falar, do comportamento de seu público e de como ele costuma se relacionar com o que você quer vender. Isto exige planejamento.

Lembre-se, quando se fala de comunicação empresarial através da mídia, a questão da qualidade do conteúdo é estratégica. Ela qualifica quem propaga a notícia. Neste campo se diferencia da superficialidade das ações digitais, onde a preocupação com o trafego passa, enquanto a audiência na mídia convencional fideliza.

Muitos não param para pensar em como o público alvo conhece sua empresa. E como a comunicação pode ser uma aliada para mostrar a preocupação que tem com o cliente. Se quer um serviço de assessoria de imprensa de sucesso, atente para as dicas a seguir:

  1. O primeiro princípio é ter ciência de que o jornalismo não é igual para todo mundo. Ele funciona quando é segmentado. Não é à toa que hoje temos um mercado editorial com os mais variados temas e para todo tipo de público. Por isso é fundamental saber com quem quer falar. Não importa qual seja a comunidade, nicho, tribo ou grupo pertença, o importante é traçar o seu perfil.
  2. Não adianta dar tiro para todos os lados. A mensagem que quer passar está inserida num contexto, que pode render mais resultados quando usada com um enfoque apropriado à mídia que está direcionada. Trata-se de escolher o veículo correto para a mensagem que pretende passar.
  3. Esteja segura de que a assessoria tem familiaridade com sua área de atuação, com um mailing atualizado e alinhado com os objetivos proposto. Não adianta ter um texto perfeito para um contato errado, ele pode jogar todo esforço a perder.
  4. As ações devem seguir uma estratégia lógica. Neste campo, a assessoria de imprensa se apresenta como estrategista que identifica veículos para se atingir o público-alvo, com conteúdos apropriados e planejamento de comunicação para que as metas sejam atingidas. Ela sabe o que dizer, de que forma, quando e onde fazê-lo.
  5. Todo mundo quer estar no horário nobre na TV ou em veículos de grande circulação, com alto poder de penetração. Reputação é algo que se constrói, tijolo a tijolo. Não é da noite para o dia que se consegue destaque sobre um produto ou uma ação institucional. Ter diferencial de mercado, adotar ações inovadoras e mais recentemente ter compromisso com a sustentabilidade ou boas gestões para fazer do mundo um lugar melhor para se viver é um passo para ter sucesso na ação. Se conseguir identificar estes pontos em seu negócio, já é um bom começo.
  6. Cobre um relatório de ações e clippings de sua assessoria, com ele você conseguirá avaliar o retorno de mídia espontânea e quanto gastaria de tivesse que pagar pela mesma aparição em caso de anúncios publicitários.

Depois, tente potencializar estas divulgações nas redes sociais institucionais, mas este já é assunto para outro post.

Conecte a sua empresa ao seu público-alvo

Veja como a assessoria de imprensa pode impulsionar o seu negócio

Deixe uma Resposta