08 jun 2015

O mercado de comunicação mudou. As empresas hoje estão nas redes sociais e na grande mídia, independente de seu porte. Ter uma assessoria de imprensa deixou de ser privilégio das grandes empresas. A projeção da marca, a divulgação de uma imagem institucional sólida e ser referência na área em que atua, independente do porte, são alguns dos objetivos de quem contrata uma assessoria de imprensa.

A própria redução das redações e as mudanças no mercado de trabalho contribuíram para a multiplicação dos escritórios ofertando serviços de assessoria de imprensa como um dos focos do trabalho.

Neste mercado competitivo, o papel de assessoria de imprensa ganha nova conotação e passa ser pensado como um aliado do marketing digital. Gerar informação e dar sua opinião através de portais de informação especializados vem se tornando um diferencial e fonte de credibilidade na conquista do mercado. Conteúdo e público-alvo são agora pensados apenas  como parte do escopo na redação do texto. A existência de palavras-chaves no conteúdo para acelerar as ferramentas de busca, publicação de links em portais de relevância são novos elementos que devem ser considerados para que o texto tenha um bom desempenho perante os buscadores do Google. No fim a meta é aumentar o número de acessos ao site do cliente, com impacto direto sobre as vendas deste.

Não basta ser notícia, tem que estar na rede, alimentar o tempo todo o mercado de informações. Neste campo, o profissional de comunicação vai assumindo um papel de aliado nas estratégias de B2B. E o texto tem que se adaptar às novas demandas de difusão de informação sobre o cliente, seja na mídia ou nas redes.

Deixe uma Resposta